Radiofrequência: mecanismos e resultados

A Radiofrequência Accent é um tratamento feito com um aparelho que , em resumo, aquece a pele em profundidade, sem a queimar.

Numa sessão, utilizam-se as duas cabeças, em alternância. Na prática, com a Radiofrequência Accent, dispomos de um tratamento para tratar a flacidez cutânea e assim reafirmar os tecidos, não doloroso, não invasivo ( sem agulhas nem substâncias injetáveis), perfeitamente sinérgico com os outros tratamentos já existentes: Mesoterapia com silício, Dermarolling, Bioestimulação, Carboxiterapia.

Um termómetro laser permite controlar a cada instante a temperatura cutânea, sendo assim possível trabalhar com toda a segurança.

O rosto necessita habitualmente 4 tratamentos e o corpo de 5 tratamentos, espaçados, cada um deles, de 3 a 4 semanas. Os resultados só são visíveis a partir da 3 ou 4ª sessão, sendo o efeito definitivo , em geral, cerca de 3 meses depois da última sessão.

Como atua?

A Radiofrequência tem como mecanismo o aquecimento seletivo da derme através da resistência natural dos tecidos à passagem de uma corrente, provocando a rotação alternativa muito rápida das moléculas de água. Há aumento de temperatura da derme, devendo atingir os 55ºc para se obter um dano térmico controlado, que irá ter três consequências:

  1. Contração das moléculas de colágeno (efeito imediato) e estimulação da síntese de novo colágeno (durante as semanas e meses seguintes). É o efeito procurado para tratar a flacidez.
  2. Aumento da circulação sanguínea local.
  3. Um certo efeito térmico de destruição dos adipócitos.

ACCENT, o aparelho de radiofrequência que irá equipar a Clínica Thalassa, possui duas cabeças de tratamento: Unipolar e Bipolar.

A cabeça bipolar exerce um efeito de calor mais superficial, tendo assim um efeito principalmente no colagénio e na tensão cutânea.